Gessoterapia for dummies

Meninas, li um post esses dias no blog que eu também colaboro, o Mundo de Beauty, e me espantei com o post de uma colega de colaboração de lá... A moça estava falando de gessoterapia
Bom, até esse dia, nunca tinha ouvido nada a respeito da técnica, mas fiquei tão curiosa que resolvi pesquisar.

Não é que eu descobri que a técnica é uma prática super antiga? Ela combate  celulite, gordura localizada e flacidez (muita riqueza!)... Antigamente ela usada apenas com o gesso normal, desses de farmácia, mas como tudo no mundo evolui ela evoluiu também e agora usa gessos com combinações de substâncias, como centella asiática, lama negra, elastina, argila verde, cafeína, ginkgo biloba, castanha da índia, cânfora, sementes de uva etc... 

Mas, como nem tudo são flores, a sessão de Gessoterapia é no estilo da Cinderela, não funciona por muito tempo, é um tratamento que, se você fizer em casa, vai obter resultados rápidos, mas que irão embora rápido também, sabe?
É coisa tipo emergencial... Você faz, fica gata, e depois volta a vida de Gata Borralheira só que, eu li também por aí que, se for feita periodicamente (em média duas vezes por semana) e com as outras ataduras gessadas especiais (essas que eu falei ali em cima) a pessoa consegue sim ter suas medidas reduzidas...
Acho que deve funcionar mais ou menos como o uso do espartilho, né? Que de tanto a pessoa usar, reduz as medidas!
A sessão de Gessoterapia tem a duração de aproximadamente 1 hora, mas o cliente pode ficar até 6 horas com o gesso em casa para potencializar a penetração dos princípios ativos utilizados.

Achei um vídeo super didático de como fazer a gessoterapia e já estou doida pra testar.
Não parece ser difícil, só deve fazer uma sujeirinha básica... 


Bom, pelo que eu entendi da Bruna falando no post do MDB e pelo que eu notei nas minhas pesquisas, a gessoterapia pode sim ser feita com gesso comum de casa (aqueles que engessam a gene quando quebramos algo - ataduras gessadas), ou podem ser feitos com os gessos especiais de estética. A diferença estaria no resultado: num, o do gesso comum, a gente volta ao normal rápido; já no outro, poderíamos melhorar os sintomas que eu falei ali acima.
Bacana, né?


P.S.: Quero só depois saber dos produtinhos específicos usados para fazer, mas pra isso, vou esperar a Bruna dizer lá no post do MDB para poder divulgar, afinal ela é esteticista corporal formada, né?
Mas, a quem interessar, achei esse site aqui com os gessos especiais para venda. Só não sei afirmar se precisa de mais algum que esses, tá?

4 comentários:

  1. e dá pra fzr sozinha? tô burra toda pq li li e não entendi mt bem heheheeh

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Dá sim mulher! É só ver o vídeo! Facinho, facinho! =D

    ResponderExcluir
  3. Boa noite!
    Sou esteticista há 30 anos, há mais ou menos 16 uso o tratamento de lipogessada, com resultados fantásticos e com certeza duradoura, logicamente se a cliente vier ao seu gabinete fizer um tratamento estético, com gesso ou de qualquer natureza e depois se encher de comidas engordativas, ficara com as medidas comprometida.
    O gesso aquece e transforma a gordura em ácidos graxos, já que todos sabem que nosso organismo não tem capacidade de eliminar gordura, ele age tbm como oclusão do produto que foi colocado por baixo e modeladora.Todo tratamento estético tem que haver disciplina, e um bom acompanhamento nutricional.Quanto a fazer sozinha em casa acho que provavelmente não conseguirá já que terá que enrolar ao corpo bem apertado e depois fazer um outro tratamento de acabamento.
    Para mais informação
    rosesouza612@hotmail.com

    ResponderExcluir
  4. Que bacana, bom saber a opinião de quem trabalha com isso há tanto tempo! Obrigada!

    ResponderExcluir